Conheça Luna, a youtuber comunista, que almeja mostrar o Vietnã ao mundo

Crédito: Luna Oi.

Poucas notícias sobre o Vietnã são publicadas por grandes veículos ocidentais e, quando são, não expressam com precisão o que de fato acontece no país asiático. Essa é a opinião de Nguyen Luna, youtuber vietnamita e comunista que, com seu trabalho de comunicação, quer que o mundo olhe para o país de Ho Chi Minh como ele realmente é.

Dona de um canal no YouTube com mais de 40 mil inscritos, o Luna oi!, a comunicadora aposta no fato de ser nativa e fazer vídeos em inglês para trazer informações sobre a história e o cotidiano vietnamita com uma visão que apenas os locais poderiam ter. “As maiores mentiras que contam sobre o Vietnã é que é um país autoritário, uma ditadura e um inferno comunista. É tão óbvio para os vietnamitas que nós não vivemos em uma ditadura. É até cansativo ter que desmentir essas coisas“, diz Luna.

Formada em administração pela Universidade Nacional de Economia do Vietnã, Luna desistiu do mundo corporativo após trabalhar por cinco anos em uma multinacional chinesa. Ela, que já havia testado alguns modelos de vídeos no YouTube, decidiu apostar na plataforma falando, em um primeiro momento, sobre culinária e turismo. “Primeiro eu queria fazer um canal engraçado, no qual eu viajaria pelo Vietnã e mostraria como é realmente conhecer o país, não por propagandas de agências de viagens, mas mostrando o Vietnã real e ensinando a cozinhar alguns pratos típicos“, conta.

Abordar temas políticos, falar sobre comunismo, capitalismo, revolução e luta de classes não era o objetivo primário de Luna. “Mas então, após 6 ou 7 meses com o canal, as pessoas começaram a fazer perguntas sobre o Vietnã, especialmente sobre política”, diz. “Recebi muitos comentários dizendo que o Vietnã é uma ditadura comunista, é autoritário, é um inferno, e mandavam artigos da BBCReutersForeign PolicyVoice of America, e vendo aquelas mentiras ridículas sobre o meu país eu achei que deveria enfrentá-las. Foi aí que comecei a trabalhar mais com história e com política“, afirma.

Vídeos sobre marxismo, socialismo e história do Vietnã

A quantidade de conteúdos sobre socialismo, marxismo e história do Vietnã, hoje, superam os vídeos mais leves que Luna ainda faz sobre viagens e gastronomia. “O Vietnã é socialista?”“Como pensar como um comunista vietnamita” e “Como funciona o Congresso comunista” são alguns dos vídeos mais vistos do canal. A youtuber também disponibilizou em seu canal alguns filmes vietnamitas sobre a guerra contra os EUA e o movimento comunista no país, todos com legendas em inglês. “Eu sei que há muito material enviesado e mentiras, então quero ser, quem sabe, uma das fontes principais para mostrar o que acontece aqui e oferecer uma espécie de lente sobre como funciona uma sociedade pós-revolucionária“, diz.

Luna não é filiada ao Partido Comunista do Vietnã e garante que não trabalha para nenhum órgão do governo ou organização política. Seu propósito fundamental, diz ela, é despertar “consciência de classe no mundo e lutar contra a propaganda antivietnamita e anticomunista”. “Quero fazer com que as pessoas olhem para o Vietnã do jeito que nós realmente somos. Não quero que pensem que o Vietnã é perfeito, estamos muito longe da perfeição, inclusive eu tenho muitas críticas ao meu país, mas quero que nos vejam como realmente somos, que aprendam conosco, sem nenhuma distorção ou mentira de conglomerados de mídia ocidentais“, diz.

Vietnã na pandemia de coronavírus

Um dos poucos países que passou por uma revolução socialista no século 20 e ainda se afirma comunista mesmo depois da queda da União Soviética, o Vietnã voltou ao noticiário recentemente pelos métodos bem sucedidos utilizados no combate à pandemia do coronavírus. O país registrou pouco mais de 2 mil casos e apenas 35 mortes, um dos índices mais baixos do mundo. Luna orgulha-se desses dados, diz que seu país fez um trabalho “muito decente” para enfrentar a covid-19 e defende o que considera pontos positivos do governo vietnamita. “Gostaria que as pessoas entendessem as diferenças entre capitalismo e socialismo. É só olhar para o estado da pandemia agora no Vietnã. Até mesmo o pior socialismo é melhor do que o melhor capitalismo“, afirma.

O planejamento sanitário do governo vietnamita, de fato, se tornou um fator fundamental para agir contra o novo coronavírus, dado que implementou campanhas de quarentena, testagem em massa e isolamento de casos suspeitos para quebrar cadeias de contágio, levando o país a se tornar um exemplo no combate à pandemia.

Segundo Luna, os efeitos sanitários da covid-19 e a postura do governo para combater a doença tiveram reflexos políticos no país que contribuíram para uma nova visão sobre o modelo socialista. “Antes da pandemia, havia uma onda que levou muitos vietnamitas a amar o capitalismo, acreditando em mentiras como a construção do ‘grande país América’, do ‘sonho americano’, mas quando a pandemia começou, os casos e mortes aumentaram nos países capitalistas e nós controlamos a doença. Então muitas pessoas começaram a pensar sobre os males do capitalismo e sobre como o socialismo pode, de fato, salvar vidas“, afirma.

A youtuber destaca que “os vietnamitas não têm medo de fazer quarentena, porque quando estamos em quarentena o Estado garante comida, testes e, se você ficar doente, o seu tratamento“.  “Não é como nos EUA ou no Brasil, onde pessoas protestam para não usar máscaras ou fazer quarentena, eu sinceramente não consigo entender isso“, diz.

Opinião sobre Bolsonaro

Luna afirma que o Brasil é um dos países que ela mais gostaria de conhecer, junto com Chile, Peru, Bolívia e Coreia do Norte, mas lamenta pela atual situação sanitária do país e se diz indignada com declarações do presidente Jair Bolsonaro. “Eu fiquei chocada ano passado quando soube da alta do preço do arroz no Brasil e então fiquei sabendo que Bolsonaro mandou as pessoas comerem outra coisa. Como um presidente pode fazer isso? No Vietnã, no começo da pandemia, nós imediatamente paramos de exportar arroz para garantir abastecimento no mercado interno“, diz.

Citando o alto número de mortes pelo novo coronavírus no Brasil, a comunicadora ainda diz que se pudesse falar a muitos brasileiros pediria que “não desistam”. “Eu sei que está difícil, mas não percam a esperança. No Vietnã nós estamos lutando contra o imperialismo e o colonialismo por muitas gerações e milhões de pessoas tiveram que morrer por isso. Eu sei como é difícil, mas se mantenham na luta, estudem, fiquem seguros e fiquem fortes“, diz.

Fonte: Texto originalmente publicados no Opera Mundi.
Link direto: https://operamundi.uol.com.br/sociedade/68522/quero-enfrentar-as-mentiras-do-ocidente-conheca-luna-a-youtuber-comunista-que-quer-mostrar-o-vietna-ao-mundo

Lucas Estanislau
Articulistas do Opera Mundi

Deixe seu comentário

Tema: Baskerville 2 por Anders Noren

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: