Colunistas

Ana Camila Esteves
Jornalista, produtora cultural e pesquisadora. Sócia diretora da Ana Camila Comunicação & Cultura. Graduada em Comunicação com Habilitação em Jornalismo na Faculdade de Comunicação da Universidade Federal da Bahia (2009) e Mestre em Comunicação com ênfase em Cinema pelo Programa de Pós-Graduação em Comunicação e Cultura Contemporâneas da UFBA (2012). Atualmente desenvolve pesquisa no âmbito do doutorado sobre as narrativas da vida cotidiana nos cinemas africanos contemporâneos no mesmo programa. Membro dos grupos de pesquisa Laboratório de Análise Fílmica e Arqueologia do Sensível, na UFBA. É idealizadora e curadora da Mostra de Cinemas Africanos (Brasil) e do projeto de cineclube Cine África, curadora colaboradora do Africa in Motion Film Festival (Escócia) e colaboradora dos sites Por Dentro da África, Delirium Nerd e Revista Intertelas, onde escreve sobre cinemas africanos.

 

Anderson Röhe
Advogado, graduado em Direito na Universidade Federal Fluminense (UFF), pós-graduado em Relações Internacionais pelo Clio Internacional/Faculdade Damásio, Mestre em Análise e Gestão de Políticas Internacionais (resolução de conflitos e cooperação para o desenvolvimento) pelo Instituto de Relações Internacionais (IRI) da Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-Rio). Foi pesquisador no BRICS Policy Center (BPC) acerca dos investimentos chineses no Brasil e na América Latina, e, atualmente, é membro da Rede Brasileira de Estudos da China (RBChina) e pós graduando em Direito Digital e Inovação no Setor Público pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ) e Instituto de Tecnologia e Sociedade (ITS Rio). É especialista em Análise de Política Externa, com ênfase nas continuidades e rupturas da tradição diplomática brasileira e na triangulação Brasil, China e EUA.

 

Camila Oliveira
Historiadora (USP) e especialista em Coreia do Sul. Mestranda em História Cultural (UNIFESP). Realiza estudos sobre a identidade nacional sul coreana e as narrativas fílmicas.

 

Eden Pereira Lopes da Silva
Professor de História formado na UERJ. Pesquisador de história contemporânea com ênfase na União Soviética, estuda o desempenho econômico e militar do país durante a Segunda Guerra Mundial.

 

Marina de Jesus Amaral Spíndola
Licenciada em História pelas Faculdades Metropolitanas Unidas e mestranda em História cultural pela Universidade Federal de São Paulo. Membra do Laboratório de Estudos Orientais e Asiáticos (LEOA-UNIFESP), do Laboratório de Pesquisa sobre Culturas Orientais (LAPECO-UEL) e do grupo de Arte Japonesa (UNIFESP). Seus estudos voltam-se para o nacionalismo e identidade japonesa pós Segunda Guerra Mundial, assim como para a indústria cultural nipônica. 

 

colunista matheus

Mateus Nascimento
Mestre em História Social pela Universidade Federal Fluminense (PPGH-UFF). Graduado em História pela mesma universidade. Pesquisador efetivo do Centro de Estudos Asiáticos (CEA-UFF), do Núcleo de Estudos Tempo Literário do Instituto Cultural Brasil-Japão e do MidiÁsia/UFF – Grupo de Pesquisa em Mídia e Cultura Asiática Contemporânea. Membro da Red Iberoamericana de Investigadores en Anime y Manga (RIIAM) e da Academia Nipo-Brasileira de Estudos de Literatura Japonesa (atuando como seu vice coordenador no triênio 2019-2021). Co-produz e apresenta os programas “Conversações” (produzido pela Intertelas) e “Ásia em Pauta” (colaboração entre a Intertelas e o CEA-UFF).

Foco de Interesse: a história da era Meiji (1868-1912), as presenças e permanências do animê no imaginário de juventude, as relações Brasil-Japão a partir dos espaços de sociabilidade nipo-brasileiros e o estudo da literatura japonesa (a poesia haikai e as obras contemporânea). 

 

foto 5 intt

Rene Guedes
Engenheiro Civil (FEI), especialista em Economia Empresarial  (FEA-USP), Economia e Planejamento (Universidade de Grenoble/França) e Execução da Estratégia (London Business School/Inglaterra). Atua como Consultor em Planejamento e Execução Estratégica e ministra aulas de Cultura Fílmica no Instituto de Cinema e Sesc de São Paulo. Fundou o blog de crítica o “O Beco do Cinema”.
Blog: https://obecodocinema.wordpress.com/

 

Urariano Mota
É escritor e jornalista pernambucano. Foi colaborador de Movimento, Opinião, Escrita, Ficção, entre outros periódicos de oposição à ditadura. É autor de Soledad no Recife (São Paulo, Boitempo), que reconstrói as circunstâncias, confissões e testemunhos da passagem da militante paraguaia Soledad Barrett pelo Recife em 1973.
“O filho renegado de Deus” (Bertrand Brasil, Prêmio Guavira de Romance 2014),
“Dicionário Amoroso do Recife” (Editora Casarão do Verbo),
“A mais longa duração da juventude”, que narra o amor, política e sexo da militância contra a ditadura, de 1970 a 2017. (Editora Litera RUA).

 

vinicius 2

Vinícius Ramos
Graduado, mestre e doutor em História pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro. Pesquisador do Integralismo e da II Guerra Mundial. Autor do livro “Páginas verdes de uma imprensa marrom”. Co-produz e apresenta o programa “Comunicação & Trabalho” (produzido pela Intertelas).

 

wagner

Wagner de Alcântara Aragão
Mestre em Estudos de Linguagens (UTFPR, 2018), possui graduação em Comunicação Social/Jornalismo pela Universidade Católica de Santos (2000), graduação em Geografia (Licenciatura Plena, Faculdades Integradas Espírita, 2006) e Especialização em Ensino da Língua Portuguesa e Literatura Brasileira (UTFPR, 2008). Tem experiência na área de Comunicação, com ênfase em Jornalismo e Editoração, e em docência (ensino técnico-profissionalizante subsequente). Autor do livro “Duas Noites – o re-encontro de Santos com o samba de carnaval” (2006). Mantém a Rede Macuco, veículo de mídia alternativa, e ministra cursos, oficinas e palestras nas áreas de Comunicação, Cultura e Estudos de Linguagens.

 

 

por Anders Noren

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: