Os EUA estão transformando a Nigéria, rica em petróleo, em um representante de suas guerras na África

No mês passado, o presidente da Nigéria, Muhammadu Buhari, escreveu um artigo no Financial Times. Poderia muito bem ter sido escrito pelo Pentágono. Buhari promoveu a Marca Nigéria, leiloando os serviços militares do país para potências ocidentais, dizendo aos leitores que a Nigéria lideraria a “guerra ao terror” da África em troca de investimento estrangeiro... Continuar Lendo →

Cúpula Biden-Putin: Cui Bono?

Uma das coisas mais incríveis em Hollywood nas últimas décadas, e que denota a perda de seu dinamismo, é a capacidade e ênfase nos efeitos especiais. Excetuando diretores já consagrados, ou atores que se aventuram em escrever e desenvolver filmes, a ousadia e a novidade tem sido cada vez menor frente às douradas décadas de... Continuar Lendo →

“Killer Joe” (2012), de William Friedkin: a violenta decadência moral e social do EUA

O diretor William Friedkin, realizador dos inesquecíveis “Operação França” (1971) e “ O Exorcista” (1973), foi dos autores mais interessantes e viscerais do cinema estadunidense no começo dos anos 1970. Sua obra, centrada no universo opressivo de seus protagonistas, não economizava na violência de sua narrativa e no uso intenso dos recursos clássicos da edição... Continuar Lendo →

Observatório do BRICS/UNILA realiza hoje a palestra “De quem será o século 21? A disputa EUA-China e o que ela significa para o Brasil”

Hoje, 30 de abril, às 19 horas, o Observatório do BRICS/UNILA realiza a palestra "De quem será o século 21? A disputa EUA-China e o que ela significa para o Brasil" com Cláudia Trevisan. Ela é diretora executiva do Conselho Empresarial Brasil-China, autora de duas obras sobre a China e ex-correspondente em Washington, Beijing, Nova... Continuar Lendo →

por Anders Noren

Acima ↑