Cinemateca Capitólio celebra Dia Mundial da Preservação Audiovisual com sessões especiais

Segundo o site da Cinemateca Capitólio Petrobras, no dia 27 de outubro, em razão do Dia Mundial da Preservação Audiovisual, serão exibidas duas sessões especiais: Sinfonia Amazônica (1951), de Anélio Latini Filho, primeiro longa de animação realizado no Brasil, e o longa experimental Pontal da Solidão (1974), de Alberto Ruschel.  Este último comemora o centenário de nascimento do ator e diretor gaúcho, aqui em sua única incursão na direção. As sessões têm entrada franca.

SINFONIA AMAZÔNICA (18h)

Brasil, 1951, 75 minutos

Direção: Anélio Latini Filho

Exibição digital

Ao som de uma orquesta, o índio Curumi e seu fiel companheiro de aventura Boto interligam sete lendas amazônicas (a da noite, a da formação do Rio Amazonas, a do fogo, a da Caapora, a do Jabuti e da Onça, a da Iara e a do Arco-Íris) neste que é o primeiro longa-metragem de animação feito no Brasil.

PONTAL DA SOLIDÃO (20h)

Brasil, 1976, 85 minutos

Direção: Alberto Ruschel

Exibição digital a partir de cópia em vídeo

Filha de pescador, Marina é violentada na presença do noivo que não a defende. Desiludida, ela foge na noite do seu casamento e é acolhida por um velho marujo em sua casa no pontal. Baseado no conto “O mau olhado”, de autoria de Lima Barreto.

Para mais informações acesse o site da Cinemateca Capitólio Petrobras

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: