As consequências do processo de uberização para o mercado de trabalho no mundo

Taxistas turcos protestam contra o Uber em Istambul. Crédito: TRT World.

Os protestos ao redor do mundo, em especial de taxistas, contra a empresa Uber têm diversas questões importantes que geralmente não são consideradas quando se aborda este tema. O aplicativo além de não pagar impostos, não possui vínculo empregatício com os seus motoristas e não assume responsabilidade por qualquer atitude, ou ação destes com relação aos passageiros.

Muito além de uma briga entre taxistas e motoristas do Uber, há um processo neoliberal que não apenas infringe direitos trabalhistas nacionais, promovendo desemprego em massa e visando lucro máximo, como também se expande para outros setores econômicos.  Ele ainda promove uma cultura mais individualista do cidadão comum, que com o advento do Uber, acaba por tornar-se mais passivo a exigir medidas que visem o bem-estar de todos, como transporte público de qualidade e financeiramente acessível.

Taxistas franceses esmagam carros em protestos contra a Uber. Crédito: Fox News.

Para falar deste assunto, o programa Núcleo Política e Cidadania, transmitido pela TV Comunitária da Rio de Janeiro (TVC Rio) convidou  o professor, historiador, pesquisador e integrante da equipe Intertelas João Claudio Platenik Pitillo, que respondeu às perguntas do jornalista e diretor da TVC Rio Moysés Corrêa sobre este fato histórico e suas implicações para a conjuntura nacional e internacional de hoje. Abaixo é possível conferir a entrevista na íntegra, disponível também no Canal da TVC Rio no YouTube:

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: