Associação Cultural José Martí (ACMJ- RJ) promove ato contra o bloqueio a Cuba no Rio

Ato de 26 de julho contra o Bloqueio Econômico a Cuba, promovido pela Associação Cultural José Martí no Rio, em frente ao Consulado dos EUA. Crédito: Revista Intertelas.

Nos dias 26 e 27 de julho, a Associação Cultural José Martí (ACMJ- RJ), em conjunto com diversas entidades que constituem uma ampla frente de solidariedade a Cuba manifestaram-se contra o bloqueio imposto pelo EUA há 60 anos, na frente do Consulado dos Estados Unidos na cidade do Rio de Janeiro. No ato, o objetivo principal foi chamar a atenção para a Lei Herms-Burton que entrou em uma nova etapa a partir de maio, intensificando o bloqueio econômico a Cuba. A Lei data de 1996, mas ainda não tinha sido aplicada integralmente.

Ato de 26 de julho contra o Bloqueio Econômico a Cuba. Crédito: Revista Intertelas.

Trata-se de uma forma jurídica que impede os cidadãos e empresas estadunidenses de realizar negócios dentro de Cuba, ou com o governo cubano. E mais, ela permite inclusive que empresas estrangeiras sejam processadas em território norte-americano por realizar negócios com a ilha. O 26 de julho marca os 66 anos da rebelião popular ao Quartel de Moncada em Cuba, na tentativa de derrubar o ditador pró-EUA Fulgêncio Batista. Nesta ocasião, a equipe da Intertelas Produções esteve presente e documentou o ato, produzindo o vídeo que abriu o Canal no Youtube da ACMJ-RJ e que você pode conferir na integra, no link disponível abaixo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: