International Uranium Film Festival pede doações para celebrar 10 anos de atividades em 2020 no Rio

Crédito: Revista Moviola.

De 21 a 31 de maio de 2020 na Cinemateca do MAM , o International Uranium Film Festival celebrará 10 anos de atividades.  Nesta década de muito trabalho, o único festival de cinema dedicado a mostrar o invisível mundo atômico e seus riscos radioativos enfrentou diversos desafios relacionados ao patrocínio e à manutenção do evento. Para realizar a próxima edição, a organização informa que qualquer contribuição do grande público é bem-vinda. Para fazer a sua doação acesse o site de financiamento coletivo Benfeitoria.

Visando incitar reflexão e debate sobre o problema da radiação e suas consequências, os filmes exibidos neste evento contam histórias provenientes dos quatro cantos do mundo, promovendo o contato do público com os cineastas, que realizam um complexo trabalho a revelar o mundo invisível dos riscos da radioatividade. “Fundamos o Uranium Film Festival em 2010, em Santa Teresa, no Rio e publicamos nossa primeira chamada de inscrições alguns meses antes do desastre nuclear de Fukushima”, lembra o diretor do festival Norbert G. Suchanek. “Para nossa surpresa, uma das primeiras produções que recebemos foi o extraordinário curta-metragem ‘Atomic Bombs on the Planet Earth‘ (2011) de Peter Greenaway”, lembra Suchanek.

Da esquerda para a diretia: o sobrevivente e fundador da Associação Hibakusha Brasil pela Paz Takashi Morita, o sobrevivente Kunihiko Bonkohara, o diretor e ator, e produtor da NAGAI Produções Artísticas e Culturais Rogério Nagai e a a diretora executiva do International Uranium Film Festival Márcia Gomes de Oliveira. Crédito: Mariana S. Brites / Revista Intertelas.

Desde 2011, o festival é o principal evento anual de cinema do mundo sobre energia nuclear e todos os riscos radioativos, da mineração de urânio ao lixo nuclear, de Hiroshima a Fukushima. Começando na capital carioca, Brasil, o Uranium Film Festival tornou-se um evento global que destaca a conscientização nuclear com mostras em várias partes do mundo, do Rio a Berlim, Washington DC, New York, Hollywood, Santa Fe, Window Rock, New Delhi, Mumbai, Amman, Quebec e Montreal. Os jornalistas internacionais de cinema já chamam o festival de “Cannes Atômico”.

Neste 10º aniversário será um evento muito especial. Queremos reunir os melhores filmes nucleares e seus cineastas dos últimos dez anos junto com novas produções e novos cineastas ‘atômicos’. Mais de 20 cineastas e produtores concordaram em participar do Uranium Film Festival no Rio, em 2020. Não importa se você é a favor ou contra o uso da energia nuclear ou do urânio: todos devem ser informados sobre os seus riscos. Os ‘cineastas atômicos’ transformam assuntos tão difíceis – como o processo de mineração e moagem de urânio, questões ligadas à energia nuclear, armas nucleares e todo o ciclo do combustível nuclear – em arte e informação acessíveis a todos. Eles iluminam a complexa questão nuclear, muitas vezes colocando suas próprias vidas em risco“, informa a organização do evento. Para mais informações, entre em contato através do email: info@uraniumfilmfestival.org

Deixe seu comentário

Tema: Baskerville 2 por Anders Noren

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: