CPC-Umes Filmes exibe gratuitamente o clássico de guerra soviético “Vá e Veja”, de Elem Klimov

Crédito: divulgação.

Nesta sexta-feira, 19 de fevereiro, às 19h, a CPC-Umes Filmes continua seu projeto “Cinema Soviético e Russo em Casa”, com a exibição gratuita de um filme por semana em seu canal no Youtube. A obra desta ocasião será “Vá e Veja” (Elem Klimov, 1985), um clássico do cinema e considerado uma das melhores produções cinematográficas sobre a resistência soviética à invasão nazista, durante a Segunda Guerra Mundial, conhecida na Rússia como a Grande Guerra Patriótica. O filme estará disponível até domingo, 21/02, 19h.

O enredo conta a história de Floria, habitante de uma aldeia bielorrussa, que em 1943, ao encontrar um fuzil, decide unir-se a uma guerrilha. Como informa a CPC-Umes Filmes, a ocupação dos alemães destruiu 9.200 localidades na URSS, durante a 2ª. Guerra Mundial, e 5.295 estavam situadas na região da Bielorrússia. Mais de 600 vilas, como Khatyn, foram aniquiladas juntamente com toda a sua população. 2.230.000 de soviéticos, um terço dos habitantes bielorrussos, foram mortos. O título do filme é uma alusão ao capítulo 6, versículos 7 e 8, do Apocalipse de S. João.

Crédito: CPC-Umes Filmes.

“‘Vá e Veja’ (1985), disponibilizado em DVD no Brasil pela CPC-UMES Filmes e dirigido por Elem Klimov (1933-2003), um dos maiores nomes do cinema soviético, que foi casado com Larisa Shepitko, falecida em 1979, outra grande cineasta desta importante escola do cinema mundial, é uma obra impiedosa com o espectador; capaz de gerar naqueles que se atrevem a assisti-la um turbilhão de emoções e sensações. Aos que conseguirem chegar ao seu desfecho é possível que sintam aquele aperto no peito e um sentimento de raiva apenas explicável após ‘presenciar’ algumas horas de tamanha crueldade e injustiça“, salienta Alessandra Scangarelli Brites, editora da Revista Intertelas, sobre o filme. Para ler a crítica da obra na íntegra, clique no link a seguir: O Holocausto soviético e a Besta nazista em “Vá e Veja” de Elem Klimov.

 

Deixe seu comentário

Tema: Baskerville 2 por Anders Noren

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: