Núcleo da Maré ao Luar promove debate sobre imigração com a Rádio Jovens Haitianos Progressistas

David Ossanto fala ao público presente sobre as a Rádio JHP. Crédito: Facebook Jovens Haitianos Progressistas.

Hoje, dia 20 de março de 2021, às 18h00, o Núcleo da Maré ao Luar – grupo de São Bernardo do Campo – realiza a através do seu Instagram @damareaoluar a live “Memórias e trajetórias de imigrantes” e recebe como convidado o haitiano radicado no Brasil, David Ossanto, fundador da Rádio JHP (Jovens Haitianos Progressistas), e empreendedor nas empresas @belezafrotic e da @transfer.facil. David Ossanto irá compartilhar memórias sobre seu processo de imigração, falar sobre a experiência de vida no atual contexto da pandemia da COVID-19, compartilhar sua trajetória como empreendedor e suas experiências atuando com a comunidade de haitianos, com a Rádio JHP. Com sede no bairro de Utinga, em Santo André, a Rádio JHP (clique aqui) é uma porta voz da comunidade haitiana, promovendo sua cultura no Brasil e no mundo inteiro. Uma Web rádio comunitária que funciona 24 horas por dia.

Crédito: divulgação.

Por ter uma forte relação de acolhimento com a comunidade de haitianos que hoje vive em Santo André (uma das maiores comunidades haitianas no Brasil), a Rádio JHP foi convidada pelo Núcleo da Maré ao Luar para participar da temporada virtual de Resiliência” (leia mais). Trata-se de um espetáculo criado a partir das memórias de vida de imigrantes haitianos, angolanos, congoleses e dominicanos, trazendo sua cultura e história para dar vida aos diálogos e narrativas, que mesclam o passado vivido por eles em suas terras natais e o presente, a esperança por uma vida melhor.

Como a alegria de cada povo, o espetáculo é regado por danças, músicas e objetos inspirados nas histórias compartilhadas e transformadas em poesia. Um mergulho nas memórias de imigrantes que encontraram no nosso país um novo lugar para recomeçar. O espetáculo foi criado em 2016, a partir do projeto “Quebrando tabus e aproximando nações no Sistema Único de Saúde – SUS” em parceria com a Unidade Básica de Saúde da Comunidade Jardim São Francisco, da Zona Leste de São Paulo, e a CPTM.

Crédito: divulgação Resiliência.

Através de um processo de história oral, o Núcleo da Maré ao Luar realizou entrevistas com imigrantes da comunidade, trazendo à tona suas memórias afetivas. Uma pesquisa aprofundada sobre suas culturas, os motivos que os trouxeram para o Brasil, as dificuldades linguísticas, de moradia, trabalho e a falta de informações para o acesso aos direitos de cuidado e saúde

Queremos com esse projeto sensibilizar nossa sociedade para a aproximação e integração desses povos vindos de diferentes partes do mundo. Buscamos dar visibilidade à questão da imigração, ressaltando a importância do acesso aos cuidados com a saúde, das oportunidades de trabalho, demonstrando que essas pessoas não só pertencem a essa nova terra, como também têm sua importância como parte da construção da nossa cultura”,  comenta o Núcleo da Maré ao Luar.

A temporada de Resiliência vai até o dia 21 de março de 2021, com apresentações às sextas-feiras, sábados e domingos, sempre às 20h00, pelo Canal do Grupo no Youtube. Núcleo da Maré ao Luar é um grupo teatral com espetáculos inspirados em memórias de vida de migrantes e imigrantes que residem em São Paulo. Essas ações fazem parte do projeto aprovado no EDITAL PROAC EXPRESSO LEI ALDIR BLANC Nº 36/2020 – ID 4562.

Clique no link abaixo para assistir ao espetáculo

Deixe seu comentário

Tema: Baskerville 2 por Anders Noren

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: