Ásia em Pauta: “a literatura cazaque e as relações entre Brasil e Cazaquistão”, com Edélcio Américo

Crédito: Ásia em Pauta/Espaço Cáspio.

Na próxima quarta-feira, 30 de março, o quinto programa Ásia em Pauta vai ao ar! Você poderá acessá-lo pela página do Centro de Estudos Asiáticos da Universidade Federal Fluminense (CEA-UFF) no Facebook e pelo canal da Revista Intertelas no Youtube, a partir das 19 horas. O programa é comandado por Alessandra Scangarelli Brites, editora chefe da Revista Intertelas, e por Mateus Nascimento, pesquisador do CEA-UFF e colunista da Intertelas.

Nesta edição o Ásia em Pauta vai abordar um tema ainda pouco debatido em nosso país: a literatura cazaque e as relações entre Brasil e Cazaquistão. Este, que é um país de cultura milenar e de grande importância estratégica para a política mundial, desde o fim da União Soviética, durante a década de 1990, começa a trilhar um caminho próprio e a redescobrir a própria cultura. Localizado na região da Ásia Central e vizinho de países proeminentes no cenário internacional como a Rússia e a China, o Cazaquistão e sua cultura têm diversos contrastes que somente agora os pesquisadores do Brasil começam a tentar melhor compreender e conhecer.

Crédito: Ásia em Pauta/arquivo pessoal.

Edélcio Américo, pesquisador do CEA-UFF, recebe Ordem da Amizade do Governo do Cazaquistão

Para esta oportunidade, o Ásia em Pauta vai receber o coordenador dos cursos de língua russa do Programa de Línguas Estrangeiras Modernas da Universidade Federal Fluminense (PROLEM-UFF), Edélcio Américo. Formado em letras pela Universidade de São Paulo (USP), com mestrado e doutorado em letras e literatura pela mesma instituição, o também professor e pesquisador que, ao longo de sua carreira, promoveu diversas iniciativas visando a disseminação da cultura russa, agora assume mais esta nova responsabilidade: auxiliar a aproximação do Brasil com o Cazaquistão. Vamos aproveitar esta chance para saber mais detalhes sobre este e outros projetos, além de conhecer um pouco sobre a cultura e a literatura cazaque.

Deixe seu comentário

por Anders Noren

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: