Festival de Cinema Asiático de Nova York (NYAFF) tem recorde de participantes na edição de seu 20º aniversário

Crédito: Elena Dagan.

A edição do 20º aniversário do Festival de Cinema Asiático de Nova York (NYAFF) encerrou uma programação épica, depois de receber quase 100 cineastas aclamados, estrelas internacionais e outros convidados notáveis de toda a Ásia e dos EUA, exibindo mais de 60 filmes no Lincoln Center (FLC) e na Asia Society, no período de 15 a 31 de julho, e com atividades como uma série de masterclasses e demais palestras, quebrando recordes de participação em festivais.

A programação do 20º aniversário incluiu seis estreias mundiais (a primeira exibição das obras em questão), oito estreias internacionais (primeira exibição dos filmes fora dos países de produção), vinte estreias na América do Norte, quatro estreias nos EUA e 15 estreias na Costa Leste/Nova York, apresentando as mais emocionantes novidades da ação, comédia, drama, suspense, romance, horror e arte de Hong Kong, Japão, China, Coréia do Sul, Filipinas, Malásia, Indonésia, Taiwan, Tailândia, Mongólia, Cingapura e Estados Unidos.  Antes da exibição do filme que encerrou as atividades neste ano, o épico de ficção científica, que aborda uma viagem no tempo, “Alienoid”, do diretor coreano Choi Dong Hoon, o festival anunciou dois vencedores do Audience Award e o ganhador do Uncaged Award de Melhor Longa-Metragem, além de uma Menção Especial.

Depois de uma contagem apertada, dois prêmios do Audience Award foram entregues a “Perhaps Love”, dirigido por Cho Eun Ji (Coreia do Sul, 2022), uma comédia dramática e efervescente sobre um romancista fracassado que encontra revigoração após uma colaboração com seu aluno gay; e a “Chilli Laugh Story”, de Coba Cheng (Hong Kong, 2022), uma comédia hilária e comovente sobre uma família briguenta e bastante emotiva que começa a engarrafar e vender seu molho de pimenta tradicional e insanamente saboroso.

Vários membros do Júri do Prêmio Uncaged subiram ao palco para anunciar o vencedor de Melhor Longa-Metragem, que destaca o trabalho que merece ser reconhecido internacionalmente, celebrando os diretores por sua paixão, imaginação e vontade de correr riscos. O júri da Competição Uncaged foi composto por figuras proeminentes da indústria cinematográfica unindo Ásia e EUA: Jason Gray (produtor criativo, Loaded Films), Anderson Le (co-fundador da East Films e diretor artístico do Hawaii International Film Festival), Leon Le (intérprete e diretora de cinema), Madeleine Molyneaux (produtora independente e fundadora da Picture Palace Pictures) e Mayu Nakamura (cineasta e diretora da Omphalos Pictures).

A competição deste ano incluiu oito filmes extremamente diversos de diretores da China, Japão, Malásia, Mongólia, Cingapura, Coreia do Sul, Tailândia e Taiwan. Anderson Le apresentou o Uncaged Award de Melhor Longa-Metragem, que foi para “The Sales Girl” de Janchivdorj Sengedorj (Mongólia, 2021).

Le comentou: “O diretor Janchivdorj Sengedorj habilmente cria um filme peculiar e sincero que desafia as convenções, alimentado por uma ótima trilha sonora de indie rock e uma amizade intergeracional, magistralmente retratada por Bayartsetseg Bayarjargal e Enkhtuul Oidovjamts. ‘The Sales Girl’ é uma história de autodescoberta familiar e original.”  Sengedorj, que vários dias antes participou de uma das sessões de perguntas e respostas mais longas e populares do festival, comentou: “Uau. Isto é para todos os mongóis que vivem no centro da Ásia. Muito obrigado. E também muito obrigado ao Festival de Cinema Asiático de Nova York por tudo. Eu realmente aprecio os dois atores, com quem vou dividir o prêmio”.

O jurado Mayu Nakamura também anunciou a Menção Especial por Realização Técnica para “One and Four” (China continental, 2021), de Jigme Tringley, um thriller de comédia ultra tenso sobre traições, identidades trocadas e caça furtiva, ambientado em uma remota floresta tibetana coberta de neve. Segundo Nakamura: “É preciso uma aldeia para fazer um filme. Portanto, o júri gostaria de reconhecer o diretor Jigme Trinley, em seu primeiro longa, e sua equipe incrível pela realização de um thriller tenso. Da cinematografia deslumbrante, à paisagem sonora gloriosamente dissonante, a mise en scène em ‘One and Four’ é habilmente e eficiente encenada, neste western invernal tibetano”.

Leon Le também anunciou outra Menção Especial por Atuação para Yao em “#LookAtMe” de Ken Kwek (Cingapura, 2022), uma brincadeira brilhantemente enérgica sobre celebridade de mídia social, cultura de cancelamento e erosão dos direitos humanos. Disse Le: “Desavergonhadamente com tema queer e defensor queer, ‘#LookAtMe’ é turbinado por uma performance de Yao, fazendo dupla função como irmãos gêmeos. Da frivolidade da geração Z a todo tipo de abuso no sistema injusto de Cingapura contra a comunidade LGBTQ, as performances de Yao fortalecem o filme como agente de mudança política e cultural em Cingapura”.

Yao comentou: “Muito obrigado – eu não sabia que isso existia, mas estou tão feliz que exista. Gostaria de compartilhar algumas palavras em nome de toda a equipe e do diretor: ‘Estamos muito felizes que ‘#LookAtMe’ estreou na NYAFF e estamos honrados em competir ao lado de todos os outros grandes filmes. Estamos tão felizes que o júri gostou do filme, ainda mais do que o público. Nós te amamos, Nova York! Obrigado e voltaremos.”.

A verdadeira nevasca de convidados do NYAFF levou cineastas a quase todas as exibições, incluindo o ícone cultural de Hong Kong Josie Ho, que apresentou seu inspirador documentário musical “Finding Bliss: Fire and Ice—The Director’s Cut”, junto com dois de seus principais filmes anteriores; o lendário maestro do J-Horror Takashi Shimizu, que recebeu o prêmio Screen International Star Asia Lifetime Achievement Award 2022 do NYAFF e apresentou sua nova obra arrepiante “Ox-Head Village”;

o vencedor do Screen International Star Asia Award, Hiroshi Abe, que apareceu com o diretor Eiji Uchida na estreia mundial do drama de resgate da meia-idade “Offbeat Cops”; o homenageado do Best from the East, Ryu Seung Ryong, a estrela da pungente comédia maluca de Cho Eun ji, “Perhaps Love”; o ganhador do Daniel A. Craft Award, do NYAFF, por Excelência em Cinema de Ação, Jang Hyuk, estrela de dois filmes de Choi Jae Hun, “The Killer” e “The Swordsman”;

o vencedor do Screen International Rising Star Asia Award, Urassaya “Yaya” Sperbund, que foi protagonista do filme de abertura NYAFF 2022 “Fast & Feel Love” do diretor Nawapol Thamrongrattanarit com a estrela Nat Kitcharit; a vencedora do prêmio Screen International Rising Star Asia, Kim Hye Yoon, protagonista de “The Girl on a Bulldozer”, de Park Ri Woong; o diretor de “Shin Ultraman”, Shinji Higuchi, e o produtor Tomoya Nishino; o diretor de “I Am More”, Lee Il Ha, e a glamorosa bailarina drag queen More;

o diretor de “Big Night!” Jun Robles Lana e a estrela Christian Bables; o  diretor Ken Kwek, o produtor Pam Oei e estrela Yao (anteriormente Thomas Pang) de “#LookAtMe”; o diretor de “Confession” Yoon Jong Seok; o diretor Zhang Ji de “Fire on the Plain”; o diretor de “Next Door”, Yeom Ji Ho; o rapper e ator Kyle Chin ( também conhecido como “Son of Paper”); o diretor Tom Huang de “Dealing with Dad”; o criador de “Raising Dion” Dennis Liu; e Doris Yeung, diretora, produtora e fundadora do CinemAsia Film Festival.

Encerrando o festival, o diretor executivo do NYAFF e presidente da Fundação de Cinema Asiático de Nova York, Samuel Jamier, observou: “À medida que o festival entra em sua terceira década, celebrando e divulgando o cinema mais vibrante e provocativo da Ásia atual, fica claro que atingiu um ponto de virada crítico este ano. Nossa participação superou substancialmente os níveis pré-pandemia, e organizamos eventos de tapete vermelho repletos de estrelas com o maior número de visitantes estrangeiros na história do festival, além de apresentar VIPs locais como o novo vice-comissário de cinema da cidade de Nova York Kwame Amoaku e executivos de alto nível de organizações sediadas em Nova York, como Susan Li da Fox Business News, Wendy Diamond da DO/LDP Ventures e a atriz/modelo Giselle Piña. A presença deles ajuda a ressaltar a importância do festival como um grande evento local e internacional. Embora ainda haja muito a ser feito e melhorado, a equipe da NYAFF pode se orgulhar dessas grandes conquistas este ano, e agradeço a todos os nossos funcionários e voluntários por seu trabalho árduo”.

O New York Asian Film Festival foi coapresentado pela New York Asian Film Foundation e pelo Film at Lincoln Center em associação com a Asia Society. A curadoria foi do diretor executivo Samuel Jamier, da diretora associada Claire Marty e dos programadores David Wilentz, Karen Severns, Koichi Mori e Jenny Lin.

Fonte: Texto originalmente publicado em inglês no site do NYAFF.
Link direto: https://www.nyaff.org/press-release/2022-3

Tradução e adaptação – Alessandra Scangarelli Brites – Intertelas

Deixe seu comentário

por Anders Noren

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: