O Brasil e União Soviética na Segunda Guerra Mundial

Exercíto brasileiro na Itália (E) Crédito: gameteam.com.br E o Exército Vermelho encontra-se com o dos EUA em Berlim (D). Crédito: Sputnik.

A participação do Brasil e da União Soviética na Segunda Guerra Mundial foi analisada no programa Conexão Futura, transmitido pelo Canal Futura. Os professores João Claudio Platenik Pitillo, historiador, autor do Livro “Aço Vermelho: Os Segredos da Vitória Soviética na Segunda Guerra Mundial”, consultor e articulista da Revista Intertelas; Wellington Amorim, do curso de Relações Internacionais do Unilasalle-RJ; e Daniel Medeiros, professor de história do Curso Positivo debateram sobre o contexto histórico em que tanto Brasil, quanto a União Soviética atuaram durante a guerra e suas respectivas estratégias político, econômica e militar.

A Segunda Guerra Mundial, que durou de 1939 a 1945, envolveu a maioria das nações do mundo, sendo travada em todos os continentes, de forma direta ou indireta. Mais de 100 milhões de militares foram mobilizados para o conflito que resultou em mais de 50 milhões de mortos. É importante salientar que os países principais envolvidos dedicaram praticamente toda sua capacidade econômica, industrial e científica a serviço dos esforços de guerra, tendo consequências para o sistema internacional ainda possiveis de serem percebidas e analisadas nos dias de hoje.  

Assista o vídeo do programa que foi apresentado por Juli Wexe

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: