Irã: laços estratégicos entre Teerã e Pequim custarão caro aos EUA

O presidente do Irã Hassan Rouhani (esq.) e o presidente da China Xi Jingping (dir.). Crédito: Hispan TV.

O Irã garantiu que sua cooperação estratégica com a China terá um custo significativo para os Estados Unidos e suas políticas de pressão máxima. O porta-voz do Ministério das Relações Exteriores persa, Seyed Abbas Musavi, afirmou:

“A relação entre países independentes, como Irã e China, tem muitos inimigos. Os Estados Unidos, que praticaram suas políticas de pressão máxima para limitar o Irã, percebem que essa cooperação, especialmente na esfera econômica, custará caro”.

Além disso, o funcionário rejeitou algumas “especulações e falsos boatos” recentemente levantados sobre o roteiro de cooperação estratégica de 25 anos entre o Irã e a China, e os considerou parte de conspirações estrangeiras para minar os laços entre os dois países asiáticos. Musavi:

“Ao ver suas políticas fracassarem, eles estão fazendo propaganda e mentindo sobre essas colaborações para nos dissuadir de continuar avançando sob a pressão da opinião pública”.

Segundo Musavi, é de extrema importância para a República Islâmica manter um “relacionamento de longo prazo” com a China, e este acordo abrangente de 25 anos “mostra que os laços de Teerã com Pequim não são temporários”. O gabinete iraniano aprovou no início de junho o esboço final de um roteiro de 25 anos para as relações estratégicas entre Teerã e Pequim. Este projeto de lei deve ser aprovado pelos membros do Parlamento persa, depois se tornará lei e será aplicado.

O porta-voz do Ministério das Relações Exteriores do Irã Seyed Abbas Musavi. Crédito: Hispan TV.

Se o acordo for concluído, a China investirá cerca de US $ 400 bilhões nos setores de energia e infraestrutura do Irã nos próximos 25 anos. Em troca, Teerã garantirá o fornecimento permanente de produtos energéticos essenciais para o lado chinês. O roteiro também inclui alguns termos específicos sobre a expansão da segurança e a cooperação militar entre os dois países.

Leia também – Xi Jinping Holds Talks with President Hassan Rouhani of Iran

Leia também – Revista Forbes: Acordo entre Irã e China é um duro golpe para os EUA no mundo

Teerã e Pequim mantêm cooperação nos campos econômico, comercial e energético, dentro da estrutura do direito internacional e de acordo com respeito e interesses mútuos. O governo chinês ratificou repetidamente seu apoio à República Islâmica diante de sanções unilaterais dos EUA e afirmou que continuará seu comércio com o Irã, apesar da pressão de Washington e seus aliados.

Fonte: texto originalmente publicado no site do Cotidiano.
Link direto: https://www.cotidiano.org/ira-lacos-estrategicos-entre-teera-e-pequim-custarao-caro-aos-eua/

Fonte original: Hispan TV
Link direto: https://www.hispantv.com/noticias/politica/471017/iran-relacion-china-eeuu

Cotidiano Entrevista: Julia Escobar Chaise, especialista em Oriente Médio, analisa diversos temas relacionados a região: Revolução Iraniana, Guerra ao terror de Bush, Guerras da Síria e do Iêmen…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: