CCBB realiza seu primeiro festival de filmes online: a 2ª Mostra de Cinema Egípcio Contemporâneo

Crédito: divulgação.

O Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB) vai realizar a 2ª Mostra de Cinema Egípcio Contemporâneo, em versão online, de 29 de julho a 23 de agosto de 2020. Segundo informações dos organizadores da mostra, a sessão especial de abertura será com o documentário “Para onde foi Ramsés?”, seguida de debate com o curador Amro Saad e o diretor Amr Bayoumi, além de um show da banda Mazaher, que fez a música do filme. Tudo será transmitido diretamente do Cairo, a capital da República Árabe do Egito.

Conforme divulgado, ao todo serão exibidos 24 títulos. São obras realizadas entre 2011 e 2019 que revelam a nova geração de cineastas egípcios em documentários e ficções de diversos gêneros – da comédia ao terror. As produções vão desde premiados sucessos comerciais a filmes experimentais independentes que abordam temas antes pouco debatidos, de forma direta ou através de metáforas. Além da exibição diária dos filmes, serão realizados workshops, palestras e debates com diretores.

Clique no logo para conferir a programação. Crédito: Facebook – 2ª Mostra de Cinema Egípcio Contemporâneo.

Mergulhada no contexto pós 2011, a Mostra apresenta a transformação da indústria cinematográfica egípcia. Evidencia a quebra de paradigmas e, principalmente, um novo olhar, que coaduna com a luta contínua pelas questões sociais, e avança para o entendimento e a percepção dos egípcios sobre sua própria identidade e estilo de vida. Com isso, soma ao debate dos direitos sociais a conscientização sobre o significado da vida”, comenta Saad, egípcio naturalizado brasileiro.Todos os dias serão exibidos dois filmes. Cada filme passa duas vezes, em horários e dias diferentes. Serão realizadas sessões inclusivas (com legenda descritiva ou audiodescrição) e a apresentação da abertura terá tradução para LIBRAS. Para mais informações, acesse o site da 2ª Mostra de Cinema Egípcio Contemporâneo

Deixe seu comentário

Tema: Baskerville 2 por Anders Noren

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: