“Arte sem Fronteiras” apresenta últimas lives

Arte sem Fronteiras. Crédito: divulgação.

A Black Brazil Art realiza até 8 de março (segunda), o evento virtual e gratuitoArte Sem Fronteiras”. Com o tema Cartografia e Hibridismo do Corpo Feminino – Representações Visuais e Afetivas são apresentadas exposições virtuais, performances, lives, vídeos, painéis e debates. Desde novembro, foram discutidos temas artísticos voltados à raça e gênero. Com mais de 40 convidados de oito países, o “Arte Sem Fronteiras” é um programa preparatório para a segunda edição da Bienal Black Brazil Art, prevista para este ano. A curadoria é da museóloga Patrícia Brito. A programação completa está no site Black Brazil Art.

Este slideshow necessita de JavaScript.

No dia 12 de fevereiro (sexta-feira), foi apresentada a mesa “A Performance como Espaço Não-linear”, com a escritora Terezinha Malaquias, o coreógrafo Vinicius, a pesquisadora Mery Horta, e o performer Jorge Bascuñan. Já no sábado (13), foi a vez de Corpo e Estética debater “O Mito da Beleza e a Censura da\na Arte”, com a artista visual Fiamma Viola, a artivista Maria Ribeiro, a performer Allegra Ceccarelli, a bailarina Raquel Polistchuck, e a socióloga Ana Luiza Torres.

O “Arte sem Fronteiras” termina no dia 8 de março (segunda-feira), às 19h, com a mesa “Políticas que Dignificam o Corpo Feminino”, com a cientista política Sara Freire (IMBRADIVA-Alemanha), a consultora de diversidade Jorgete Lemos, a advogada Marcia Soares e a promotora legal Maria Guaneci Ávila (ambas representam o projeto Themis – Gênero Justiça e Direitos Humanos), além da advogada Flávia Oliveira. A última noite traz ainda performances musicais de Alex Sollus, Cinara Silva e Leticia Rodriguez Taborda do Uruguai e a vocalista da banda Rabo de Saia, Pamela Fonseca com Rafa Lopes.

Deixe seu comentário

Tema: Baskerville 2 por Anders Noren

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: