O paraíso da Índia conhecido como a morada dos deuses

Barco casa de Kerala. Crédito: Kerala Tourism.

O mapa de Kerala lembra um pouco o do Chile. Esse estado fica justamente no sudoeste da Índia, encravado entre as Gates ocidentais – uma cordilheira no oeste da península Indiana – e o mar das Arábias. Kerala é irresistível por sua natureza exuberante, por seus templos e construções históricas, por sua culinária muito diferente da existente no Norte e por ser o centro da aiurveda, o tradicional sistema de tratamento indiano. Por isso mesmo, Kerala passou a ser um dos principais pontos turísticos da Índia nos últimos 20 anos.

O lema de campanha turística do estado é: “A morada dos deuses”. Uma das experiências mais interessantes em Kerala é passear ou hospedar-se em barcos-casas que ficam em cursos d’água. A indústria de barcos em Kerala é bastante antiga, eles são trabalhados em madeira. Há, além dos barcos-casa, os barcos de corrida que participam de uma famosa regata anual do Festival do Onam, o mais importante desse estado.

A capital de Kerala é Thiruvananthaputam, que sediou a antiga família real Travancore do século 18 até 1956. O templo Anantha Padmanabhaswamy e o Palácio Kanakakunnu são imperdíveis. Nas montanhas de Kerala fica um exemplo de arquitetura de madeira que é o Palácio Padmanabhapuram, em meio a arrozais e rios. Essas construções tem características específicas, com telhados inclinados que dão vazão às chuvas intensas das monções. Alguns dos melhores centro de aiurveda da Índia ficam em Kerala.

Sua culinária é riquíssima e muito diferente do que os brasileiros estão acostumados a ver no Brasil ou quando vão a restaurantes indianos nos Estados Unidos ou na Inglaterra. No lugar dos pães (paratha, chapati, naam), a culinária de Kerala usa arroz como acompanhamento dos pratos de curries (com molhos condimentados). Em alguns aspectos, essa gastronomia lembra um pouco à da Bahia, com peixes e camarões feitos com molhos apimentados à base de leite de coco e especiarias.

A cidade mais cosmopolita de Kerala, no entanto, é Cochin, o centro comercial de especiarias. O comércio de especiarias é muito antigo, ocorrendo há 3 mil anos.  O cenário de Cochin é dominado pelas águas, com suas ilhas e penínsulas, conectadas por pontes. No aspecto cultural, Kerala é um estado riquíssimo, com seu teatro-dança Kathakali, com quase 400 anos de tradição.

Atores-dançarinos encenam histórias dos Puranas e dos épicos como o Mahabhárata. A arte marcial Kalaripayattu, criada no século 11, é outro exemplo. O festival Onam, realizado entre agosto e setembro,  é incrível. É uma celebração a Mahabali, um governante generoso. Em Kerala há ainda o culto às serpentes e templos dedicados a esses animais.

Os passeios pela natureza são deslumbrantes, como a reserva de tigres Periyar e outros parques nacionais, os resorts e praia de Kovalam e Varkala, além das Ilhas Lakshadweep. As plantações de chá das montanhas de Munnar são imperdíveis também. Quanto à gastronomia de Kerala, é um passeio à parte. O arroz é predominante, bem diferente do Norte da Índia, onde os pães tem um papel fundamental. Há muitos pratos de frutos do mar com leite de coco. As panquecas de farinha e arroz, appam, são deliciosas, sempre acompanhadas de chutneys e caldos bastante apimentados.

Uma viagem à Kerala é uma viagem a uma Índia bem distinta da que os turistas estão acostumados quando vão ao Norte, onde está o Taj Mahal e o deserto do Rajastão. Além de ser o paraíso das massagens e tratamentos aiurvédicos, é a terra de praias lindas com coqueiros. Kerala é chamada de o país dos deuses porque provavelmente de lá eles não querem sair.

Fonte: Texto originalmente publicado no Beco da Índia.
Link direto: http://becodaindia.com/o-paraiso-da-india-conhecido-como-a-morada-dos-deuses/

Deixe seu comentário

Tema: Baskerville 2 por Anders Noren

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: