10ª Mostra Ecofalante entra na reta final e traz de volta “O Novo Evangelho”, de Milo Rau, e “A Bolsa ou a Vida”, de Silvio Tendler

“O Novo Evangelho”, de Milo Rau. Crédito: divulgação.

A Mostra Ecofalante de Cinema, que este ano comemora sua 10ª edição de forma online e gratuita, entra agora em sua reta final, com diversos filmes em cartaz até o dia 14 de setembro. Uma das grandes atrações do evento, o filme de abertura O Novo Evangelho, de Milo Rau, e o documentário A Bolsa ou a Vida, filme de Silvio Tendler que teve sua estreia em agosto na Mostra, retornam para a programação e seguem disponíveis até o dia 14, próxima terça-feira.

No passado, tanto Pier Paolo Pasolini como Mel Gibson filmaram a crucificação de Jesus na cidade de Matera, no sul da Itália. Em 2019, Matera tornou-se o cenário para uma nova encenação da Paixão. Desta vez, Jesus foi interpretado pelo ativista político camaronês Yvan Sagnet, que defende os direitos dos trabalhadores ilegais explorados por um sistema agrícola liderado pela máfia. O Novo Evangelho é ao mesmo tempo uma gravação dos ensaios da peça e, fora do ‘palco’, uma documentação da luta de Sagnet e de seus compatriotas africanos por visibilidade e dignidade“, Mostra Ecofalantes.

Sobre “Bolsa ou Vida”: “No futuro pós-pandemia da covid-19, a centralidade será o cassino financeiro e a acumulação de riqueza por uma elite ou uma vida de qualidade para todos, com menos desigualdade? O Estado mínimo se mostrou capaz de atender ao coletivo? Como garantir a vida sem direitos sociais e trabalhistas? Em qual modelo de sociedade queremos viver? O filme aborda o desmonte do conceito de bem-estar social e nos faz refletir sobre a incompatibilidade do neoliberalismo com um projeto humanista de sociedade“, Mostra Ecofalantes.

Já o filme A História do Plástico, de Deia Schlosberg, e os cinco filmes do Especial Energia Nuclear – 35 Anos de Chernobyl, 10 Anos de Fukushima seguem disponíveis até domingo, 12 de setembro. Já as dez produções do Concurso Curta Ecofalante continuam também até o dia 14 deste mês.

A ‘História do Plástico’ expõe a ‘verdade inconveniente’ por trás da poluição do plástico, material onipresente em nossas vidas. O filme traça a rota do plástico que nos leva até a atual crise global de poluição, e revela como a indústria de petróleo e gás manipulou com sucesso a narrativa em torno dela“, Mostra Ecofalantes.

“A História do Plástico”, de Deia Schlosberg. Crédito: divulgação.

A Mostra traz ainda novas chances de assistir a filmes do Panorama Internacional Contemporâneo, da Competição Latino-Americana e do programa especial Territórios Urbanos: Segregação, Violência e Resistência, que voltam para uma segunda exibição no festival nestes últimos dias. A programação inclui filmes como Jogo do Poder, de Costa-Gavras, e A Nova Corporação, de Joel Bakan e Jennifer Abbott, O Capital no Século XXI, de Justin Pemberton e Thomas Piketty, e a nova remasterização do clássico O Prisioneiro da Grade de Ferro: Autorretratos, de Paulo Sacramento, que fica disponível até às 15h de domingo, 12 de setembro.

“Jogo do Poder”, de Costa-Gravas: a crise na Grécia, a ganância alemã e uma União Europeia subjugada

A Cerimônia de Encerramento do evento acontece no dia 11 de setembro, sábado, às 19h com transmissão ao vivo pelo Youtube. Na ocasião, serão anunciados os filmes vencedores dos prêmios de júri e de público do festival. Após a cerimônia, a partir das 20h, os filmes premiados ganham uma nova exibição, ficando disponíveis até a meia-noite do dia seguinte. A programação completa do evento pode ser acessada através do folder interativo.

Deixe seu comentário

por Anders Noren

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: