Mostra de filmes Para Não Esquecer, online e gratuita, lembra os 34 anos do acidente com o Césio 137 em Goiânia

Crédito: divulgação Mostra de Filmes Para Não Esquecer.

Até 19 de setembro ocorre gratuitamente e online a Mostra de filmes Para Não Esquecer que exibe oito longas sobre o maior acidente radiológico da América Latina que aconteceu em setembro de 1987, há 34 anos atrás. As obras podem ser assistidas até a data de encerramento da mostra, pelo site do Festival de Cinema da Era Atômica do Rio de Janeiro, conhecido também como International Uranium Film Festival, organizador do evento. A mostra tem ainda apoio da Cinemateca do MAM Rio.

Amplamente conhecido como acidente com o césio-137, a contaminação começou após um aparelho utilizado em radioterapias ser encontrado em uma clínica abandonada, localizada no centro de Goiânia, capital do estado brasileiro de Goiás. Como relembra o site Metrópoles em reportagem recente: “dois jovens catadores de recicláveis, Roberto dos Santos Alves, 22, e Wagner Mota Pereira, 19, foram até o prédio desocupado de uma clínica de radioterapia no centro da cidade, onde existia um aparelho de cesioterapia que havia sido abandonado no local. O terreno hoje é ocupado pelo Centro de Cultura e Convenções de Goiânia, no coração da cidade. Os trabalhadores desmontaram o objeto e o levaram para casa, com a intenção de vender as peças e gerar algum dinheiro”.

Segundo a Escala Internacional de Acidentes Nucleares, que estabelece a gravidade dos acidentes entre zero a sete, a trajédia foi classificada como nível 5, o que significa que o ocorrido teve consequências de longo alcance. A mostra é organizada organizada pelo Festival de Cinema da Era Atômica do Rio de Janeiro, conhecido também como International Uranium Film Festival, e tem o apoio da Cinemateca do MAM Rio.

A abertura do evento ocorreu ontem, 13 de setembro, com o início da exibição dos documentários. Entre eles está “O Pesadelo de Goiânia” (1990), do diretor Roberto Pires, que foi recentemente restaurado em formato digital. A produção conta com grande elenco: Nelson Xavier, Joana Fomm e os apresentadores do filme Paulo Betti, Denise Milfond e Stepan Nercessian. Na mesma data, o evento realizou um encontro online que reuniu a vítima do césio, Odesson Alves Ferreira, membro da Associação Vítimas do Césio 137 em Goiânia (AVCésio), o professor Dr. Alphonse Kelecom, membro da banca de júri do Uranium Film Festival e professor do Laboratório de Radiobiologia da Universidade Federal Fluminense, e os cineastas Ângelo Lima, Benedito Ferreira, Michael Valim e Petrus Pires.

Conforme a diretora do festival Márcia Gomes de Oliveira foi um “encontro entre arte e ciência, onde os cineastas que integram a mostra conversaram com o público sobre suas produções, o especialista em radiobiologia esclareceu os pontos técnicos do acidente e Odesson Ferreira, trouxe a realidade de quem vive até hoje com os efeitos do acidente na própria pele“. Assista a esta conversa no vídeo abaixo. E para assistir aos filmes, conferir a programação e obter outras informações, acesse o site da Mostra Para Não Esquecer (clique aqui).

 

Deixe seu comentário

por Anders Noren

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: